Legal

Trabalhista

Fiscal

Cont�bil

Financeiro

Fone: (11) 2066-2727
belcontabil@belcontabil.com.br

Renda média do brasileiro chega a R$ 2.846 por mês e atinge maior nível em 9 anos

A renda mensal média da população com rendimento no Brasil foi de R$ 2.846 em 2023. O valor é o maior desde 2014, quando a renda média ficou em R$ 2.850. As informações são da Pnad Contínua: Rendimento de todas as fontes 2023, divulgada nesta sexta-feira (19) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na conta, o estudo leva em consideração a população com 14 anos ou mais que estavam ocupadas na semana de referência. Os rendimentos analisados no cálculo são provenientes de todos os trabalhos e de outras fontes, como aposentadorias, pensões e benefícios de programas sociais.

O número representa um aumento de 7,5% em relação ao ano anterior. Em comparação com 2019, pré-pandemia de Covid-19, o crescimento foi de 0,4%.

Ao todo, 140 milhões de brasileiros têm algum tipo de rendimento, o que corresponde a 64,9% da população. A Região Sul (68,8%) apresentou a maior estimativa em todos os anos da série histórica, enquanto o Norte (57,8%) e o Nordeste (60,8%), as menores

Por região
O levantamento do IBGE mostrou a disparidade entre os valores dos rendimentos de todas as fontes por região. O Centro-Oeste registrou o maior valor, seguido pelo Sudeste e Sul. Já as regiões Norte e Nordeste obtiveram os menores valores. Veja abaixo os números:

• Centro-Oeste: R$ 3.355

• Sudeste: R$ 3.308

• Sul: R$ 3.149

• Norte: R$ 2.255

• Nordeste: R$ 1.885

De 2022 para 2023, todas as regiões registraram aumento do rendimento de todas as fontes, com a maior elevação ocorrendo na região Norte (9,9%) e a menor expansão, na Sul (5,2%).

Em comparação com 2019, apenas as regiões Norte (12,8%) e Centro-Oeste (6,7%) apresentaram crescimento desse rendimento.

Por unidades da federação
Segundo o IBGE, o Distrito Federal é a unidade da federação com maior rendimento real da população (R$ 4.966). Em segundo e terceiro lugar, aparecem São Paulo e Rio de Janeiro, com R$ 3.520 e R$ 3.510, respectivamente. Na outra ponta, Maranhão aparece em último lugar, com rendimento médio de R$ 1.730.

 

Fonte: R7.com

INFORMAÇÕES ONLINE

Essas informações ajudam os nossos clientes a se manterem atualizados e bem informados à respeito das atualizações da legislação vigente, pagamento de impostos e obrigações diversas, e ainda trazem orientações sobre gestão empresarial.


COTAÇÕES E ÍNDICES

Moedas - 24/05/2024 16:00:00
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,173
  • 5,174
  • Paralelo
  • 4,950
  • 5,470
  • Turismo
  • 5,040
  • 5,350
  • Euro
  • 5,606
  • 5,614
  • Iene
  • 0,033
  • 0,033
  • Franco
  • 5,650
  • 5,658
  • Libra
  • 6,584
  • 6,588
  • Ouro
  • 385,530
  • 385,530
Mensal - 15/05/2024
  • Índices
  • fev/24
  • mar/24
  • Inpc/Ibge
  • 0,81
  • 0,19
  • Ipc/Fipe
  • 0,46
  • 0,26
  • Ipc/Fgv
  • 0,55
  • 0,30
  • Igp-m/Fgv
  • -0,52
  • -0,47
  • Igp-di/Fgv
  • -0,41
  • -0,30
  • Selic
  • 0,80
  • 0,83
  • Poupança
  • 0,53
  • 0,55
  • TJLP
  • 0,54
  • 0,54
  • TR
  • 0,01
  • 0,03

AGENDA TRIBUTÁRIA

  • 24/Maio/2024 – 6ª Feira.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • COFINS.
  • PIS/Pasep.



Rua Visconde de Inhomerim, 756 - Sala 21 | Mooca | São Paulo - SP | Fone: (11) 2066-2727
belcontabil@belcontabil.com.br